sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Como escrever, por David Ogilvy

Gosto muito de listas compiladas por escritores que admiro sobre o ofício de escrever, de contar histórias. Eu mesmo mantenho um registro constante da minha lista, com princípios pinçados daqui e dali, da experiência de escrever, de ler e de assistir. Um dia organizo e publico aqui a lista. Recentemente reencontrei na internet a lista de David Ogilvy.

David Ogilvy foi um publicitário e teórico da publicidade americana, fundador de uma das maiores agências de propaganda do mundo e certamente uma das inspirações de Don Draper. Em 7 de setembro de 1982, David enviou um memorando a todos os funcionários da agência chamado "Como Escrever".

"O quanto melhor você escrever, o mais alto você chega na Ogilvy & Mather. Pessoas que pensam bem, escrevem bem.
Pessoas de pensamento confuso escrevem memorandos confusos, cartas confusas e discursos confusos.
Escrever bem não é um talento natural. Você precisa aprender a escrever bem. Aqui há 10 dicas:
 
1. Leia o livro de Roman-Raphaelson sobre escrita, Leia-o três vezes.
2. Escreva como você fala. Com naturalidade.
3. Use palavras curtas, frases curtas e parágrafos curtos.
4. Nunca use palavras de jargão, como reconceituar, demassificar, atitudinalmente, judicialmente. São marca registrada de um idiota pretensioso.
5. Nunca escreva mais de duas páginas sobre nenhum assunto.
6. Cheque suas citações.
7. Nunca envie uma carta ou memorando no dia em que você o escreveu. Leia-o em voz alta na manhã seguinte -- e então edite-o.
8. Se algo é importante, peça a um colega para melhorá-lo.
9. Antes de você enviar sua carta ou seu memorando, certifique-se de que está claro o que você deseja que o destinatário faça.
10. Se você quiser AÇÃO, não escreva. Vá e fale diretamente ao sujeito o que você deseja.
 
David"

"A 100 km/h, o barulho mais alto dentro desse Rolls-Royce novo
vem do relógio elétrico do painel." Anúncio lendário de David Ogilvy.