domingo, 19 de setembro de 2010

Ao contrário do tempo

Tenho ouvido músicas que não deveria. Mais Billie Holliday e menos Cole Porter. Mais Ângela Rô Rô e menos Novos Baianos. A tristeza – não a tristeza por tua falta de coragem, pelo término de uma relação na qual, mesmo antes de firmar a aposta, eu esperei depositar muitas fichas, mas a tristeza pelos dias de sol que não passaremos, pelos filmes argentinos que não veremos, pelo que sonhamos (sonhei?) e nunca haverá – essa tristeza, 'menina', é uma lança aguda que preciso deformar, desfacetar, despolir, como um joalheiro que trabalhasse ao contrário do tempo.