terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Morre o verão

Morre o verão em púrpuras e dourados e vermelhos
das folhas que caem na floresta
e as nuvens do poente morrem
no sangue que lhes resta.

Nas praças públicas que se esvaziam,
os últimos passantes detêm o passo
para erguerem-se os olhos e seguirem
o vôo dos últimos pássaros.

O coração fica órfão. Logo
tamborila a chuva fria.
"Consertou seu casaco pro inverno,
guardou batatas sabendo que viria?


(Haim Nahman Bialik*, "Summer is Dying" - Tradução de Rafael Leal)


Haim Nahman Bialik (1873-1934) foi poeta e escritor, um dos mais aclamados de Israel. "O poeta da Nação" escreveu centenas de poemas que refletem, principalmente, a angústia do povo judeu no exílio.