quinta-feira, 5 de janeiro de 2006

Perder um amigo

Do mestre supremo de todos mestres, Aldir Blanc.
Essa é de um disco raríssimo dele com o Maurício Tapajós...

E que ninguém me acuse de ser dramático! Entenda quem quiser, ou puder.


Perder um amigo,
morrer pelos bares,
pifar em New York,
penar em Pilares...
Perder um amigo:
errar a tacada,
sentir comichão
na perna amputada.
Perder um amigo,
mudar pra bem longe,
levar vida afora
o tombo do bonde.

Perde um amigo
é a última gota
se o cara duvida
que a vida é marota.
Perder um amigo,
perder o sentido,
perder a visão,
as mãos, os ouvidos...

Perder um amigo:
perder o encontro
marcado e marcar-se
com a perda do espelho
nos olhos do amigo
aonde melhor
conheci minha face.

Nenhum comentário:

Postar um comentário